quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

À margem

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos - Fernando Pessoa.




















Tabuleiro com moldura preta e vidro com pegas metálicas.
Bordado a ponto cruz e ponto linear - 30,00 Euros

1 comentário:

Isa disse...

Adorei este quadro, é ponto cruz?
Também sei fazer, mas é bem certo que o tempo não chega p'ra tudo, e muita coisa vai ficando na estante...até um dia, quem sabe.
O seu blog pode ser joven mas parece-me bem promissor. Gostei, vou voltar!
ISA